Contador de visitas

21 de set de 2010

Atividade de Português

Projeto Clássicos da Literatura - As Aventuras de Pinóquio



Professora: Cátia Rejane de Carvalho Seabra
Alunos do 6º ano A, B, C, D e E
Autor: Carlo Collodi
Tradução de: Marina Collasanti
Filme: Pinóquio
Ator: Roberto Benine
As Aventuras de Pinóquio conta uma história no ano de 1883 no século 19, na Itália.
Pinóquio “nasce” do amor de um marceneiro ao encontrar um pedaço de madeira lindíssima de e boa qualidade, uma madeira de Pinho, por isso o nome de Pinóquio. Essa história é escrita em meio a uma crise política-social que ocorria na Itália, denunciando através de uma fábula o que o povo daquela época queria ser, uma marionete ou um menino de verdade.
Há nessa história também uma linda fada dos cabelos azuis que sempre ajuda Pinóquio a se livrar das enrrascadas. A boa fada sempre dá conselhos a Pinóquio o qual na maioria das vezes não escuta, arrependendo-se em seguida.
Pinóquio é uma marionete ávida por conhecer e explorar o mundo, se mentendo em várias confusões, mas que o fazem crescer. Ele nasce como um boneco de madeira, mas sonha em ser um menino de verdade. E passando pelos desafios Pinóquio tem seus valores transformardos passando de marionete à menino.
Essa humanização e socialização que Pinóquio passa o molda cada vez mais e o faz aprender em sociedade, percebendo que existem pessoas no mundo e que o mundo não gira somente em torno de si.
Objetivo: levar o aluno a pensar esta realidade em que vivemos, o que querem ser, uma marionete ou um menino de verdade?
Recursos: livro e filme/Data show/DVD/Caixa de som



As Aventuras de Pinóquio conta uma história no ano de 1883 no século 19, na Itália.

Pinóquio “nasce” do amor de um marceneiro ao encontrar um pedaço de madeira lindíssima de e boa qualidade, uma madeira de Pinho, por isso o nome de Pinóquio. Essa história é escrita em meio a uma crise política-social que ocorria na Itália, denunciando através de uma fábula o que o povo daquela época queria ser, uma marionete ou um menino de verdade.

Há nessa história também uma linda fada dos cabelos azuis que sempre ajuda Pinóquio a se livrar das enrrascadas. A boa fada sempre dá conselhos a Pinóquio o qual na maioria das vezes não escuta, arrependendo-se em seguida.

Pinóquio é uma marionete ávida por conhecer e explorar o mundo, se mentendo em várias confusões, mas que o fazem crescer. Ele nasce como um boneco de madeira, mas sonha em ser um menino de verdade. E passando pelos desafios Pinóquio tem seus valores transformardos passando de marionete à menino.

Essa humanização e socialização que Pinóquio passa o molda cada vez mais e o faz aprender em sociedade, percebendo que existem pessoas no mundo e que o mundo não gira somente em torno de si.

Objetivo: levar o aluno a pensar esta realidade em que vivemos, o que querem ser, uma marionete ou um menino de verdade?

Recurso: livro e filme

Veja momentos abaixo:


Frases:

Através desta atividade pude levar através da contação de história o aluno para um outro século, proporcionado a ele a incrível sensação de viajar no tempo e a oportunidade de usar sua imaginação.” Profª Cátia Rejane

“Pude perceber ao ler as análises de meus alunos que cada um recebeu a informação de um jeito, uns gostaram mais do livro e outros do filme, assim poderemos perceber que a aprendizagem não é uma regra, com um mesmo molde para todos os indivíduos e sim como cada um a recebe.” Profª Cátia Rejane

Gostei da parte que ele foi atrás do pai dele e depois ele trabalhou muito para ajudar o pai.” Shirlei 6º ano B

Quando ele trabalhou e com o dinheiro que ganhou comprou um pirulito de tangerina.” Marcos 6º ano B

Gostei mais do filme por mostrar as imagens e como era o tubarão gigante por dentro.”Marcos 6º ano B

Eu aprendi que muitas vezes a gente vai na conversa das pessoas e acaba se dando mal.” Evelyn Bessa 6º ano B

Gostei dos dois porque é a mesma história, no filme a gente vê e no livro a gente imagina”. Evelyn Bessa 6º ano B

Gostei mais do livro, pois é mais completo e o livro dá para viajar e imaginar do seu jeito as imagens.” Rafaela França 6º ano B

Eu gostei mais do livro, porque no filme é resumido, e o livro é mais completo.” Gisele da Cruz 6º ano B

“Pela minha opinião o livro é melhor porque retrata as coisas mais detalhadas. Tem gente que vai achar o filme porque não gosta de ler, eu vou respeitar, pois cada um tem sua escolha.” Otoniel 6º ano B

“Eu gostei mais do filme porque tem imagem e som.” Alisson 6º ano B

“Eu gostei mais do livro porque tem mais conteúdo.” Rudson 6º ano B

“Eu adorei muito o filme e o livro porque ensina a gente que fazer as coisas erradas nos causa problemas demais. O livro conta todos os detalhes e o filme a gente vê.” Taís Kriger 6º ano A

“Gostei da parte em que os dois (Pinóquio e Pavio) vão para o País dos Brinquedos e se transformam em burros.” Lucas Henrique 6º ano A

“Eu gostei mais do livro porque no livro ele expressou mais que o filme.” Alex Guth 6º ano A

“Gostei mais do livro. O livro esclarece muito mais.” Rafael 6º ano A

“Gostei mais do livro, porque eu achei que ficou mais claro e deu para imaginar mais a história.” Naégile 6º ano A

“Gostei mais do filme, porque não precisava ficar imaginado as coisas.” Anderson 6º ano A

“Eu gostei mais do livro, além de poder imaginar as cenas é mais divertido, a pessoa fica mais curiosa para ouvir a história.” Larissa Machado 6º ano A

“O livro é mais explicativo e o Pinóquio era de madeira, mais interessante.” Kathellen 6º ano A

“Do livro, pois mostra os detalhes e expressa interesse no filme. Ao ver o filme percebemos que o livro é melhor mas cada um tem seu gosto.” Thuane 6º ano D

“Eu gostei do dois pois no livro eu imaginava e no filme apareciam novas surpresa do que na imaginação.” Amanda 6º ano D

“Gostei do livro, porque os alunos se interessavam mais e ficavam ansiosos para ouvir mais um capítulo.” Ana Carolina 6º ano D

“Eu gostei mais do filme porque no filme ele mostrou tudo o que estava acontecendo e no livro só é escrita, não mostra imagens.” Maria Karolina 6º ano D

“Gostei do dois porque no livro imaginamos a cena e no filme vimos a cena, e era como imaginamos.” Milena 6º ano D

“Eu gostei do filme porque tem mais detalhe e consegui entender melhor e o livro não consegui entender.” Fernanda 6º ano D

“Eu gostei mais do filme porque explica melhor do que o livro.” Maurício 6º ano D

“Mais do livro porque tem muito mais detalhes e é sempre melhor uma leitura.” Bárbara 6º ano D


Nenhum comentário: